Postagens do blog

Em pesquisas recentes sobre o tema, os estudiosos ressaltam que a resiliência é uma competência fundamental para garantir a sustentabilidade das organizações. Esse conceito tem sido utilizado pelos pesquisadores para explicar fenômenos psicossociais que se referem a indivíduos, grupos ou organizações que superam ou transcendem situações adversas. As mudanças estruturais que marcaram a passagem para sociedade do conhecimento, às crises econômicas, políticas e sociais que passamos transformaram os valores, o estilo de vida que contribuíram para um contexto que coloca à prova a capacidade de superação dos indivíduos, das empresas e da sociedade.

Leia mais...


No livro do Professor Henrique Gambaro Vieira encontramos um trabalho apresentado de forma prática, objetiva e de fácil entendimento do sistema de gestão defensiva trabalhista, nas relações entre empregador e empregado, com o sugestivo título “Do Empregador ao Empregado: o direito do trabalho como ferramenta defensiva”. O autor observa que no mundo globalizado em que  vivemos, o conhecimento do sistema defensivo trabalhista prevê e evita possíveis danos às organizações. E ressalva que é de fundamental importância, para que sejam evitados os conflitos trabalhistas que as empresas formulem uma adequada estruturação e organização dos procedimentos, os quais fornecerão ao advogado informações necessárias para preparar defesas que por ventura possam ocorrer.

Leia mais...


Segundo Collins e Porras (1997), o termo alinhamento é utilizado para demonstrar que todos os elementos de uma empresa trabalham em harmonia dentro de um contexto ideológico específico, no sentido do progresso previsto ou pretendido para o futuro.

Leia mais...


Após muitas lutas e anos de reivindicações sobre os direitos femininos, somados à globalização e ao advento do neoliberalismo, encontramo-nos, hoje, com uma mulher muito diferente daquela de algumas décadas atrás.

As conquistas que viabilizaram à mulher  a aquisição de novos e importantes direitos, colocando-as, muitas vezes, em situação de igualdade com o homem, traz consigo ganhos significativos mas, coloca, ao mesmo tempo, questões importantes sobre qual é, afinal, o lugar que a mulher deve e pode ocupar no mundo.

Leia mais...


A partir da nossa experiência nos bastidores das organizações, sobretudo nas instituições da área da saúde e do estudo da literatura sobre o tema. Observamos que a mulher passou por mudanças de valores e atitudes que ocasionaram um novo ritmo de vida. A mulher contemporânea vivencia uma dinâmica caracterizada por uma sobrecarga de funções e papeis, por exemplo: dona-de-casa, esposa, mãe, profissional liberal, chefe, executiva, entre outros. Fora a cobrança que a sociedade, ainda faz quanto à educação dos filhos, da administração da casa e da família,  sobretudo que sejam profissionais competentes, lindas e felizes. Essa realidade vem provocando nas mulheres altas taxas de estresse e conflitos no âmbito subjetivo, afetivo e profissional.

Leia mais...


Desenvolvido por VRSys Sistemas